Comportamento adulto

Perdoem os meus erros graficos,mas e porque aqui nao se sao usadados os acentos.

As vezes eu olho a minha volta e vejo essas criancas de hoje em dia e fico impressionada com a forma com que elas brincam; como elas falam e de como sao inteligentes.
Como diz o meu pai: Na minha epoca a gente era mais bobinho.
E eh verdade,sabe...
Soh que claro,nem todas sao assim,principalmente as criancas brasileiras.
Na minha opiniao,isso nao eh culpa do pais ser subdesenvolvido; de ser pobre e tals.O erro ta nos pais que educam.
Eu reparo que aqui na Inglaterra,crianca eh tratada como adulto,sem perder a docilidade infantil.Da pra entender?
Ja reparou que no Brasil,muitas criancas com 3 ou 4 anos...Ate de 5...Nao falam direito? Ficam com aquelas manhas bobas; coisas chatas e enjuadas?
E ja viu como os pais e familiares tratam essas criancas? Como se fossem cachorrinho ou ursinhos de pelucia "oooo nenezinho da mamae,guti-guti...'ade papai? vem ca' mamaexiiinha".Serio,eu acho isso bem ridiculo.
Diferente das criancas daqui.Eu digo que quando eu era pequena,com 1 ano de idade eu ja contava a estoria da Snow White (Branca de Neve) com 3 entao...Eu ja falava tudo! (Parabens campea! (y)).
Mas nao eh querendo me gabar,eh que simplismente isso foi melhor pra mim e pros meus pais tambem,pois segundo eles,eu nunca fui uma crianca chata,sempre entendi tudo e nunca fiz manha pra nada.
Aqui os pais comecam a conversar com a crianca desde quando elas tem um mes de vida! Logo,elas crescem falando tudo.
Nao fica nessa palhacada igual as criancas brasileiras,que com 10 anos ainda eh aquela enjoo.

Alguns podem pensar que tratando criancas assim,desse jeito formal,vai tirar aquela coisa inocente delas,o que eh uma besteira,porque crianca eh sempre crianca,mas as tratando com um dialogo,eh muito melhor pra elas no futuro.
Eh bem melhor quando voce consegue sentar e conversar com uma crianca e ela entender o que voce fala; elas sao muito mais sinceras do que esses homens grandes,e as vezes eh muito melhor ter dialgo com esses pequenos.

15 crítico(s):

K. B. Croft disse...

Ahh eu sei como é isso... Meu irmão é cheio de birras, ele pode descer o cacete em mim, mas se levanto a mão ele finge o choro e minha mãe quase me mata! Falata isso aqui, pra jogá-lo na parede!

K. B. Croft disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Max Psycho disse...

Bom eu acho que seu pontod e vista esta certo e tals, mas temos que adimitir que é bem diferente a cultura inglesa da cultura (se é que isto existe aqui) brasileira, já começam pelas leis penais, ai uma criança pode ser julgada e condenada aqui eles tem uma certa imunidade até os 18 anos, então a questão é bem mais sério do que o simples modo de conversar entre filhos e pais

Tiffany disse...

concordo com você, nunca gosei disso.
quando tive que estudar por um tempo em uma escola estadual eu fiquei imprecionada como quase ninguém acertava o que escrevia. Muitos erravam várias palavras e as vezes nem sabiam o significado de outas!
por sorte achei uma "estrela" solitária no universo que era a única que me enendeia, afinal pra eles eu era "metida, patricinha e nerd" só porque sabia mais que eles.
onde esse país vai parar?

Max Psycho disse...

existe uma diferença entre educar e domesticar, o que as ulturas inglesas fazem é domesticar, ter que se comportar como um adulto, criança é criança

Max Psycho disse...

Menina na boa analisa, voce acha que aqui as mães poderiam ficar com seus filhos na creche como fazem ai, se aqui as crianças vão para a creche pois as mães tem que trabalhar para sustentar a casa, é outro nivel, ai é outra cultura, é outro custo de vida, e o cavalherismo faz com que os homens sustentem a casa com o salario que ganham,a qui não rola isto e voce sabe

Max Psycho disse...

eu sei disto linda e longe de mi querer criar uma discução sobre isto com voce, cada um tem seu pontod e vista e na forma de falar eu também acho errado e tals, deveriam conversar diretamente com a criança, mas eu tenho um priminho de dois anos e ele conversa normalmente isto varia de criança para criança eu acho, tem a ver com o desenvolvimento da própria criança

Max Psycho disse...

deixar de comentar nos eu blog? Jamais eu adoro seu blog e sempre estarei por aqui pode ter certeza baby

Max Psycho disse...

hey esperoque o fato de voce estar morando em Londres não a faça nos julgar como inferiores por estarmos no terceiro mundo

Maldito disse...

Crianças aprendem com o que fazemos e não com o que falamos,...

Bjs

camila disse...

caraa concordo coom tudoo isso ajiaaj
e tbm criaa mais segurançaa na criançaa ahuauhauhahu

http://imensidadx3.blogspot.com

Tiffany disse...

pra você ver!

annyviana disse...

ah, mas é toda uma cultura e meio de vida envolvido né?
portanto,cada um a sua maneira :)
enfim,diferenças são sempre notáveis quando se sai de um lugar .
beijo :*

Jessica Berdych Laviere disse...

Oii td bem?

Tem um selo pra vc no meu blog,depois passa lá e pega ok?

Bjuls

Cristiane F. disse...

Também concordo quando você diz que aqui no Brasil as crianças são tratadas como bebês, sou Pedagoga trabalho com crianças a 13 anos, e muitos problemas de aprendizagem poderiam ser eliminados se os pais mudassem seus comportamentos em relação á educação de sus filhos!Bjks