Briga de namorado.

-Oi,Betoooo!!!
-Oi Pixeja!
-Não fala com voz de neném comigo, 'pinxeja' é ridículo.
-Tá bem,vem cá me dar um beijo, vem...ra-i-nha. - ele me chamou dengoso.
-Rainha é péssimo, Beto. Me chama de Malu mesmo.
Eu estava na TPM, vale dizer.
-Agora olha pra mim,vai - pedi com o meu rosto bem grudado no dele, o meu nariz praticamente entrando no nariz dele.
-Tá linda.
-O que é que tá linda?
-Você tá linda Malu.
-Por quê?
-Porque você é linda todo dia...
-Óóó, que fofo, mas não é por isso - respondi, seca.
-Claro que é...- ele disse romantico e meloso.
-Claro que não! - eu disse pau da vida - Repara Luiz Alberto! Repara de verdade! Larga essa revista idiota de surfe e olha para mim! - exaltei -me.
Eu sei, estava bem chatinha,mas nada justificava a insensibilidade do meu namorado.
-O que você quer que eu repare? Já sei! Cortou o cabelo!
-Não Luiz Alberto! Não acredito que você disse isso! Não acredito que você ACHA isso! Eu estou deixando o cabelo crescer a mêses! Fala sério!
-Olha direito - pedi com vemência, arregalando os olhos.
Ele ficou completamente mudo.
-Jura que você não nota nada de diferente em mim? - choquei-me.
-Você...você tá linda!
-E isso é diferente onde,posso saber? Eu sou feia nos outros dias,por acaso? A resposta não era essa Luiz Alberto!
-Caraca,tô bobo,achei que "você tá linda" fosse a frase preferida das meninas...
-Não é Luiz Alberto! Não agora Luiz Alberto! Agora eu gostaria que você prestasse mais atenção em mim, Luiz Alberto!
-Pára de me chamar de Luiz Alberto!
-É que você tá me irritando!
-E você tá me assustando!
-Por quê?
-Porque você tá chata,esquisita,chata e mandona.Não gosto dessa Malu aí, essa Malu que quer puxar briga! Quero minha Malu de volta.
-Eu não quero puxar briga! Eu só quero te mostrar uma coisa! Não é possível que você não consiga ver essa obra-prima! - indignei-me, apontando para o meu rosto.
-Eu não estou entendendo nada.Primeiro, eu digo que você tá linda e você diz que não tá.Agora, você se gaba dizendo que é uma obra-prima.Malu, na boa,o que você quer que eu diga?
-O que você tá vendo!
-Eu to vendo você!
-Você não tem coração,sabe, Luiz Alberto? E também não tem o menor senso de estética - eu disse, para logo depois desabafar:
-Eu fiz a sonbrancelha,tá? com a Deusa das sombrancelhas, a Kelly Slater das sombrancelhas, para falar a sua língua! A mulher mandou muito bem!
Levantou meu olhar,harmonizou o meu rosto e me deixou muito mais bonita!
Sombrancelha é tudo e a minha estava péssima, torta, despenteada,rebelde!
-Eu gosto de você com sombrancelha rebelde, sombrancelha certinha...
-Sombrancelha perfieta agora - corrigi, jogando charme e me aninhando nos braços fortes do Beto, deixando a irritação de lado.
Até porque logo depois desse episódio, descobri que não foi só o Beto que não notou a minha sombrancelha.A Alice não notou.A minha mãe não notou, o meu porteiro ignorou, o jornaleiro nem comentou e minha avó não viu nenhuma diferença, mesmo olhando com a lupa.
Ninguém repara na nossa sombrancelha. Só a gente.
Tanto sofrimento à toa com aquela pinça idiota.
Mundo Cruel.

1 crítico(s):

isa'h disse...

haha!

gostei da briga
=P
brigo direto com o meu namorado por causa dessas tranqueras...

mas... ñ é SOMBRANCELHA, é SOBRANCELHA...
estranho, né?
mas vale falar...

^^
bjinhuss!!